Barueri e capital debatem militância em prol da pessoa com deficiência

Temp

Na quarta-feira (dia 10), o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em parceria com a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Barueri (SDPD), promoveu uma live com a presença virtual do secretário municipal de São Paulo, Cid Torquato, com o objetivo de estimular ações em prol da população com deficiência em meio ao atual cenário (pandemia) entre outros desafios.

A live, traduzida em Libras pela intérprete Júlia Martins, contou com a participação do secretário dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Barueri, Carlos Roberto da Silva, mediação do presidente da CMDPD, Ricardo Caiaffa, e o atleta de bocha adaptada, Leandro Ribeiro, teve como ponto central a fala de Cid Torquato, que defendeu mais militância em benefício aos grupos excluídos.

“Os movimentos em prol à pessoa com deficiência ainda precisam se fortalecer. Mas, hoje em dia, os principais agentes de inclusão são os agentes públicos. As nossas posições têm o poder de imprimir mudanças na realidade de muitas pessoas”, ressaltou o secretário municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo.

Emprego e tecnologia na pandemia
Outro ponto destacado no diálogo foi a situação de pessoas com deficiência durante o período de quarentena e o quanto a tecnologia pode ser uma aliada. “A gente luta por inclusão no mundo presencial, para que todos convivam de forma igualitária. Nesse cenário de isolamento, a preocupação se tornou uma oportunidade para as empresas repensarem a inclusão de pessoas com deficiência. O teletrabalho tem sido uma oportunidade, principalmente, para aqueles talentos que não conseguem sair de casa, por causa de uso oxigênio extra ou porque não conseguem pegar ônibus,” afirmou Torquato.

O secretário de Barueri, Carlos Roberto da Silva, defendeu a inclusão de pessoas com deficiência na era digital. “A tecnologia veio para somar. As reuniões do Conselho, por exemplo, foram digitais, a gente sabe que muitas pessoas não conseguem participar presencialmente. A transmissão on-line engajou mais participações. Já, em relação à empregabilidade, Barueri ganhou uma premiação. Ficamos entre as 20 cidades na América Latina e Caribe, e, esse prêmio, além de ganharmos visibilidade internacional, possibilitou a criação de uma plataforma digital que auxilia empresas a contratarem mais, e a candidatos a ingressarem no mercado de trabalho. Plataforma esta, construída por pessoas com deficiência de nossa cidade e que em breve estará no ar”, destacou o secretário de Barueri, citando o prêmio Mayors Challenge, destinado a ideias inovadoras que melhoram a qualidade de vida das pessoas.

Barueri é exemplo de inclusão
O secretário da cidade de São Paulo elogiou tanto a atuação do conselho municipal de Barueri quanto a gestão engajada da Prefeitura de Barueri. “Barueri é o primeiro caso de live fora de São Paulo que eu faço, porque Barueri tem sido nosso parceiro histórico. Poucas cidades do Brasil têm secretarias como a de Barueri, poucas cidades têm um Conselho atuante, esses são um ponto em confluência.”

Torquato enfatizou ainda a importância de a SDPD ter como gestor uma pessoa com deficiência, caso do secretário Carlos Roberto da Silva. “Vejo muita sensibilidade do prefeito de Barueri, por ter escolhido como secretário uma pessoa com deficiência. ‘Nada sobre nós sem nós’. Estamos aqui para estimular o protagonismo das pessoas com deficiência, portanto, essa sensibilidade e vivência são importantes”, concluiu.

Fonte: Prefeitura de Barueri

Author: ibparalimpico