Jogos Paralímpicos de Sochi começam no dia 7 de março e o Brasil será representado por dois atletas

Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro

Fernando Aranha, do esqui cross country, será um dos representantes brasileiros em Sochi

Fernando Aranha, do esqui cross country, será um dos representantes brasileiros em Sochi

Os Jogos Paralímpicos de Sochi começam, oficialmente, daqui a 11 dias, em 7 de março, com a cerimônia de abertura. O Brasil, pela primeira vez na história, terá atletas na competição. No snowboard, disciplina estreante nos Jogos dentro do esqui alpino, o representante será o paulistano Andre Cintra, 34. No esqui cross-country, quem fará o debut brasileiro é o também paulistano Fernando Aranha, 35.

Andre teve a perna direita amputada após um acidente de moto, quando tinha 18 anos. O primeiro contato com o snowboard foi há quatro anos. Para se adaptar à modalidade, comprou uma prótese especial e, a partir de 2009, começou a competir. Andre foi o primeiro atleta brasileiro a conquistar uma vaga para os Jogos de Sochi. Em abril do ano passado, chegou à 18ª posição no ranking que classificou 32 snowboarders. Nesta terça-feira, 25, ele embarca para Suíça, onde fará a aclimatação final antes de chegar em Sochi, em 5 de março.

Fernando Aranha tinha contato com o esporte paralímpico antes de se aventurar na neve. O paulistano, que teve poliomielite e é cadeirante, já jogou basquete em cadeira de rodas, agora compete no ciclismo adaptado e no paratriatlo. Inicialmente, Aranha iria ao Jogos graças a um convite do Comitê Paralímpico Internacional (IPC) ao Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). No entanto, o atleta, em dezembro do ano passado, conseguiu os índices necessários e, agora, chegará na Rússia por méritos próprios. O brasileiro já está em período de aclimatação nas montanhas do Colorado (EUA) e deve chegar em Sochi em 1º de março.

Além dos dois atletas, o Brasil desembarca na Rússia com dois profissionais da área de saúde (uma médica e um fisioterapeuta) e seis oficiais técnicos e administrativos. A participação do país nos Jogos de Inverno só foi possível graças à uma parceira do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) com a Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN).

O acordo entre as duas entidades, formalizado em maio do ano passado, visa o desenvolvimento de modalidades paralímpicas de inverno no país e consiste em apoio financeiro do CPB às iniciativas da CBDN no movimento paralímpico.

Os Jogos de Sochi vão reunir cerca de 600 atletas, de 44 países, durante nove dias de competição (8 a 16 de março). As modalidades do programa são biatlo, esqui cross-country, esqui alpino, hóquei e curling em cadeira de rodas. No total, serão 72 medalhas em disputa.

O CPB contará com uma equipe de comunicação em Sochi. Os jornalistas interessados em receber releases, vídeos-releases ou fotos devem enviar um e-mail para imp@cpb.org.br.

Perfis dos atletas

Atleta: Fernando Aranha Rocha
Data e local de nascimento: 10/04/1978, em São Paulo
Peso: 76kg
Altura: 1,63m
Classe funcional: LW11.5 (sitting)
Provas em Sochi: 15km (9/3, 3h*), 1km (12/3, 3h*) e 10km (16/3, 5h45*)
História: Por causa de uma poliomielite, Fernando Aranha teve o movimento das pernas prejudicado aos 4 anos. Aos 16, um amigo sugeriu que praticasse basquete em cadeira de rodas. Foi, então, que ele fugiu do orfanato em que vivia e foi ao Ibirapuera para conhecer um time. Começou a praticar o esporte e, a partir daí, passou a experimentar outras modalidades. Hoje, além do esqui cross-country, compete no ciclismo adaptado e no paratriatlo.

Atleta: André Cintra Pereira
Data e local de nascimento: 22/03/1979, em São Paulo (SP)
Peso: 77kg
Altura: 1,80m
Classe funcional: lower limb impaired (deficiência nos membros inferiores)
Prova: 14/3, 3h*

História: Aos 18 anos, André sofreu um acidente de moto e teve de amputar a perna direita um pouco acima do joelho. Há quatro anos, se interessou pelo snowboard e resolveu tentar se aventurar no esporte. Apesar de ter praticado surfe e skate antes de perder a perna, teve dificuldades no início da modalidade na neve. Equilibrar-se utilizando uma prótese era muito difícil. Em uma viagem aos Estados Unidos, ficou sabendo que existia uma prótese apropriada para a prática do esporte. Com o equipamento certo e as técnicas melhoradas, começou a competir entre 2009 e 2010.

*horário de Brasília

Assessoria de Imprensa do Comitê Paralímpico Brasileiro nos Jogos Paralímpicos de Sochi 
Daniel Brito (daniel.brito@cpb.org.br ou 61 )
Nádia Medeiros (nadia.medeiros@cpb.org.br)

Anão levanta 150 quilos, bate recorde e técnico quer mais para Mundial

837344574

 

Depois de Maria Rizonaide levantar 1,5 do peso de si mesma, Bruno Carra fez mais do que isso. Com seus 59 quilos, o anão levantou 150. Isso mesmo, quase o triplo de seu próprio peso. Não à tôa, bateu o recorde brasileiro e por duas vezes seguidas.

A melhor marca nacional era de 145, batida por Bruno ao levantar 147. Em seguida, já com o título garantido, aumentou para 150 e cumpriu o levantamento. Ele ainda tentou bater a marca pela terceira vez ao fazer 155, mas errou no movimento não foi validado.

Mas tudo bem! Afinal, é dele a melhor marca do Brasil e deve ser dele a chance de defender o país no Campeonato Mundial, em Dubai. Mas o técnico da Seleção, Valdecir Lopes, quer que ele aumente ainda mais a carga para ter bons resultados internacionais.

“Hoje foi o melhor levantamento do Bruno, e nós estamos programando para que ele levante 160kg ou mais em abril para ficar com uma boa colocação no Mundial”.

Mas a marca parece que não impressionou tanto o paratleta, que falou com um ar de otimismo de quem já esperava bater esse peso.

“Estava tudo dentro do nosso planejamento. Eu e meu treinador fazíamos treinos fortes e eu já chegava a esse peso nos treinos”.

Fonte: ParatletaBrasil

Seleção de Bocha é convocada para segunda fase de treinamento

A seleção brasileira de bocha paralímpica foi convocada para a segunda fase de treinamento do ano, que acontecerá em Águas de Lindóia, no interior de São Paulo. Os 16 atletas convocados treinarão no local entre os dias 19 e 25 de fevereiro.

Da relação de atletas chamados para a etapa de treinos, cinco jogadores participarão dos Jogos Para-Sulamericanos de Santiago, no Chile, competição que será realizada entre 26 e 31 de março. São eles: Antonio Leme, Daniele Martins, Jose Carlos Chagas, Maciel Santos e Marcelo dos Santos.

Vale lembrar que Maciel Santos foi considerado recentemente, o melhor do mundo da modalidade, na Classe BC2, segundo o ranking mundial de bocha paraolímpico.

VEJA TAMBÉM

Ranking é atualizado e brasileiro é o melhor do mundo na bocha

Confira abaixo a lista de atletas convocados para a segunda fase de treinamento da bocha.

JOSE CARLOS CHAGAS DE OLIVEIRA – ADEFU-MG
MACIEL DE SOUSA SANTOS – SMEL/MOGI-SP
DANILE MARTINS – APARU-MG
ANTONIO LEME – SESI-SP
MARCELO DOS SANTOS – ADFP-PR
GUILHERME GERMANO – SESI-SP
ANTONIO NUNES NETO ADEFU-MG
RAFAEL AMARO – ADFP-PR
LUIZ CARLOS F. M. RODRIGUES – AETERJ-RJ
ROGÉRIO BATISTA DA SILVA – ADEFU -MG
VLADIMIR MOREIRA – SESI-SP
RICHARDSON ROCHA – ADFP-PR
ANDERSON VIEIRA – SESI-SP
IVANILDO PEREIRA DE SOUZA – ADM-PE
DIRCEU PINTO – TRADEF-SP
ELISEU SANTOS – TRADEF-SP

Fonte: paratletabrasil

Quarta Melhor Equipe de Vôlei Sentado.

ibp

O time masculino de Vôlei Sentado do IBP em parceria com o GRB, conquistou a quarta colocação no XI Campeonato Brasileiro de Vôlei Sentado, competição disputada em São Paulo.

Com este resultado a equipe barueriense apresentou evolução em relação ao brasileiro anterior, quando o time conquistou a quinta colocação. O jogador Carlinhos se diz satisfeito com a atuação da equipe, por ter ficado à frente de times importantes com jogadores de seleção brasileira.

O campeonato teve como campeão a equipe Paulista do CPSP, e em segundo lugar a equipe da Andef do Rio de Janeiro, em terceiro a Unilehu de Curitiba.

Confira a Comissão Técnica do IBP: 

Técnico: Adriano Silvestrin

Assistente Técnico: Catiane Damasceno

Coordenadora: Mariana Moreira

Atletas: Antônio, Bruno, Carlinhos, Cleomar, Danilo, Diego, Jefferson, Júnior, Marcelo, Marcio, Robson e Willian.

 

Brasileiro de Vôlei Sentado.

Essa é para quem é fã de vôlei sentado!! Amanhã, a partir das 9h, começa o Campeonato Brasileiro Masculino da modalidade. São sete equipes em busca do título. A competição acontece no Ginásio Poliesportivo Principal do Clube Espéria, em São Paulo.

Há opção para quem não puder acompanhar

as disputas no ginásio.A CBVD vai tr

ansmitir os jogos pelo site (http://www.abvp.com.br/) e pelo facebook oficial da confederação.

Fonte: ABVP

VÔLEI SENTADO DE BARUERI NO CAMPEONATO BRASILEIRO

Acontecerá entre os dias 12 e 16 de fevereiro de 2014, o XI Campeonato Brasileiro Masculino de Voleibol Sentado, no Clube Espéria, localizado na Avenida Santos Dumont, 1313, Santana – São Paulo. A equipe do IBP/GRB de vôlei sentado é a quinta melhor do Brasil, e lutará para melhorar tua posição no ranking nacional. A organização do campeonato ficará por conta da CBVD (Confederação Brasileira de Voleibol para Deficientes).

imagem